Dia 31 – O Bônus ou O Fim

Então é o fim do Meme. Espero ter assunto para levar o blog pra frente…

Como Bônus para o fim fiquei pensando em algumas coisas, tinha me descidido por falar sobre a experiência de escrever o meme. Só que uma questão ficou pairando afinal o que mesmo é um meme? Seria uma abreviação?

Fui atras de respostas na Wikipédia e descobri que não é só uma brincadeira de blogs.

Um meme, termo cunhado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller O Gene Egoísta, é para a memória o análogo do gene na genética, a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro, ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros) e outros locais de armazenamento ou cérebros.

No que diz respeito à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se. Os memes podem ser ideias ou partes de ideias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autónoma. O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética.

Exemplos de memes – As seguintes declarações são (grosso modo) versões de alguns memes comuns:

  • Jingles, músicas em propagandas políticas e comerciais e slogans
  • Provérbios e aforismos (e.g., “Deus ajuda quem cedo madruga”)
  • Canção de Ninar; são propagadas por pais para filhos por várias gerações, muitas vezes associada a ações e movimentos específicos.
  • Corrente de correspondência; “Você deve mandar esta mensagem para cinco outras pessoas, ou algo ruim vai acontecer com você.”
  • Teorías da conspiração
  • Fenômenos na Internet como gíria de internet e humor de internet (como All your base are belong to us)
  • Susan Blackmore teorizou que o “eu” é meramente uma coleção de histórias meméticas que ela chama de “euplexo”.
  • O conceito de memes é em si um meme. Até mesmo a idéia de que o conceito de memes é um meme se tornou um meme muito difundido. Entretanto, a idéia de que os conceitos de memes são em si memes, não é particularmente comum como um meme.
  • Filmes são muito meméticos devido a replicação em massa, causando nas pessoas a vontade de imitar um grande número de coisas que eles observam, como “Você não aguenta a verdade de A few good men ou “entããããããão tá”, de Ace Ventura, mesmo que eles não tenham visto o filme em si.
  • Memes políticos que se estendem como “regra da máfia” e”república, não democracia”.
  • Todos os tipos de fanatismo baseado em grupos, do antisemitismo e racismo para cultos de carregamento.
  • Wikis: A proliferação de sistemas edição colaborativa seguindo o exemplo da Wiki em suas múltiplas encarnações. Wikipedia, Wikicionário etc.

Entre os Blogs Meme se tornou uma fórmula para falar de um assunto, gerando uma corrente entre os blogs. Podendo ser criado e usado por qualquer pessoa em qualquer blog, levando assim a propagação de algumas ideias e assuntos.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s